Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Qual a importância de analisar os preços em uma empresa?

por Giselda Regina Farias de Castro - Docente do Senac Floresta

Para que se possa montar ou administrar uma empresa é necessário observar quatro objetivos sobre o negócio (independente do porte, tamanho, tempo de mercado, ou setor da mesma). O primeiro é o lucro. Este objetivo surge quando a empresa nasce. Sabe-se que 85% dos gestores de pequenas empresas no Brasil, não sabem apurar o seu lucro. 

O segundo objetivo é o crescimento progressivo. Normalmente se tem como referência o faturamento da empresa. Mensurar o crescimento apenas pelo faturamento pode ser ilusão. Muitos gestores somente analisam o faturamento. Nem sempre o aumento de faturamento significa crescimento e uma empresa que cresce 5% ao ano será que está crescendo também? Outra informação é sobre o mercado: - o quanto o mercado em que ela atua está crescendo?

O terceiro objetivo é ser perene. Toda empresa precisa ser duradoura. O quarto objetivo de uma empresa é o prestígio. Precisa ter prestigio com clientes. Esta é a razão de ser da empresa. Também precisa ter prestigio com o fornecedor. Mas quem atende os clientes? Os funcionários. Precisa ter prestigio com os funcionários para ter prestígio com os clientes. Caso contrário poderá ter uma má equipe. As empresas precisam de bons funcionários, bons produtos para poder satisfazer a necessidade de seus clientes. Esta é a parte fácil da Administração. O grande desafio do empresário e do gestor é saber analisar, por exemplo, a questão da gestão de pessoas.

Para possuir prestígio com funcionários, é preciso contratar e demitir corretamente. Uma sugestão que se dá é contratar certo e, portanto, contratar devagar, demitir certo, portanto demitir rapidamente.  Nos negócios, é preciso perguntar aos números e também ao coração. Se a razão fala que o negócio não é bom, nem pergunte ao coração. Se os números falam que sim, o negócio é bom, então deverão perguntar ao coração (muitas vezes existe o sentimento). Se os números falam que sim e o coração também, então fechou todas.

Outro aspecto é a questão dos fornecedores. Prestígio a empresa conquista. Finalmente, o grande parceiro da empresa que são os bancos. É necessário ter prestígio com bancos. Apesar de ser um número a mais, para o gerente de contas é necessário ter uma boa aproximação e um excelente relacionamento com o mesmo. Hoje é tudo via sistema. Quando não se tem um bom relacionamento com o gerente do banco, não se consegue um bom parecer do mesmo. O parecer dele será somente sobre os números apresentados. Se existir um bom relacionamento haverá oportunidade de falar sobre o planejamento, projetos de crescimento, sobre a organização da empresa e isto poderá representar mais agilidade na concessão dos seus créditos. Pensando nesses parceiros, a ideia é fortalecer quanto à compra, trabalhar pessoas certas e vender bem.

Pode-se falar sobre o cenário atual, do mercado competitivo, endividamento, custos sobre capital de giro, falhas na administração de recursos e descasamento entre pagamento e recebimento. Sobre o endividamento pode-se dizer que a maior parte das empresas não planeja o endividamento. O endividamento será positivo se a empresa tomar crédito no banco para investir no seu crescimento. Será investido para torná-la mais competitiva. A empresa irá retornar este investimento e estará atraindo mais clientes e o consequente aumento de faturamento, que por sua vez, pagará o investimento.  Se não for planejado, se tomar crédito somente para pagar as contas a empresa estará obtendo um custo extremamente elevado de capital de giro. Quando não se planeja, se corre o risco de pegar linhas pré-aprovadas com taxas mais altas (cheque empresarial, desconto de recebíveis). E, isto pode causar uma dependência com o banco. Este tipo de operação não resolve o problema da empresa. E, quando acontece isto se deve repassar este custo no preço ou diminuir o lucro.

A administração de recursos consiste em saber quando gastar, como gastar, no que gastar, saber controlar e distribuir os lucros. Muitas empresas são familiares e abrem mão dos controles, misturando o capital próprio com o capital da empresa. É quando ocorre o descasamento de pagamentos e recebimentos: no fluxo de caixa, quanto maior os estoques mais custos de capital de giro irão surgir. Quanto mais a empresa fatura, maior falta de recursos ela possui, no que se conclui ser de extrema importância realizar a análise dos preços de uma empresa.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018