Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Organização Financeira e Investimentos para 2015

por Leonardo Henrique da Silveira - Docente do Senac Floresta

Como o ditado popular, temos a frase “O Carnaval passou e o ano começou”. Mas o que estamos planejando para este ano de 2015?

Para começar o nosso pensamento sobre como investir em 2015, precisamos entender o maior problema do brasileiro: guardar dinheiro. Realizar essa primeira ação é a mais difícil para todo brasileiro: economizar, pelo menos 10%, de tudo que ganha. É claro que não podemos deixar de ver todas as situações econômicas que estamos passando e o fato de estarmos no começo de ano, quando todos os impostos chegam à nossa casa. Mas devemos fazer algo para conseguir economizar.

O fato é que sempre teremos desculpas para dar frente à necessidade de economizar, mas será mesmo que não conseguimos? Será mesmo que não podemos deixar de pedir um lanche todos os finais de semana? Será que não podemos passar sequer um final de semana em casa sem sair? Será que não podemos aprender a realizar ações dentro de casa e na vida para economizar? Ações simples do dia a dia, como reduzir o tempo de banho, apagar a luz quando saímos de um quarto, cuidar com o desperdício de comida, ações que passam despercebidas muitas vezes.

Olhando para isso devemos realizar a primeira ação em nossa vida: criar uma planilha de entradas e saídas. Nesse momento, muitos pensam: “Nossa! Lá vem aquela contabilidade difícil de ser realizada”. Não é tão complicado assim. Primeiro, compre um caderno e coloque de um lado seu salário (rendimentos) e do outro, tudo que tem que pagar. Feito isso, terá uma noção do que está gastando e o que pode reduzir. É claro que a iniciativa de mudar, precisa que partir de você.

Com suas contas controladas e o pensamento de guardar pelo menos 10% dos seus rendimentos, partiremos para a escolha dos investimentos. Lembre sempre que as taxas de retorno financeiro não são mais as taxas da década de 70 ou 80, quando aplicar na poupança lhe renderia grandes retornos. Atualmente, este mesmo investimento nos proporciona em torno de 0,50% ao mês, sem realizar nenhuma movimentação. Mas fica o esclarecimento que aplicar na poupança, também tem seus pontos positivos, como sua alta liquidez, pois o cliente pode realizar qualquer retirada a qualquer momento, sem nenhuma burocracia. 

Abaixo algumas dicas de investimentos:

• LCI e LCA são títulos de renda fixa, emitidos pelos bancos para financiar o mercado imobiliário e o agronegócio (respectivamente);

• Tesouro Direto é uma opção de renda fixa para quem busca rentabilidade acima da poupança sem abrir mão da segurança. Por meio dele, é possível comprar títulos públicos do governo, recebendo em troca juros todos os meses.

• Letras de câmbio são investimentos de renda fixa, garantidos pelo FGC. Rende até 130% do CDI.

• Fundos DI são um dos mais estáveis e seguros do mercado. Também possuem a característica de liquidez, podendo ser resgatados a qualquer momento. Rendimento em média 100% do CDI. 

• Ações de empresas na Bolsa de Valores são bons investimentos. Acredito que para quem está começando, a dica é investir em ações de grandes empresas, com baixo risco de perda, aplicados a médio e longo prazo. 

Vários são os investimentos no mercado, ficando sempre algumas dicas antes de realizar algum deles:

• Primeiramente, estude muito bem as opções que o mercado oferece.

• Qual é a liquidez do investimento que está fazendo?

• Qual é a taxa que irei ganhar (aproximado)?

• Existe taxa de administração no investimento?

• Como fica meu Imposto de Renda perante esse investimento?
Tudo isso é necessário para que depois não se arrependa do investimento feito. Lembre sempre a dificuldade que foi para guardar tal montante de dinheiro, então pense bem antes de sair realizando investimentos de risco.

Lembre: “Toda organização financeira começa com uma iniciativa sua!” Então “perca” (no meu ponto de vista: ganhe) um tempo do seu dia para poder planejar o que irá fazer para começar a guardar dinheiro e consequentemente começar a ser um investidor. Para começar a investir, não são necessários grandes quantidades de dinheiro, existem hoje no mercado, aplicações que começam com o capital de R$ 100,00.  Você pode! Acredite! 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018