Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Compartilhar: necessidade ou vício?

por Mariana Baumhardt Souza - Docente do Senac Floresta

Compartilhar, que tem significado no dicionário de “Dividir com; partilhar com; distribuir, repartir ou compartir: compartilhar os benefícios com os demais.” (Miniaurélio, p. 246).

Palavra essa que vem de centenas de anos, quando as cidades eram pequenas e seus moradores compartilhavam suas posses com os vizinhos.

Nos tempos de hoje, isso têm gerado um movimento gigantesco. O partilhar que até muito recentemente só podia ser feito de forma localizada, ganhou uma escala absolutamente inédita com as mídias digitais, a tecnologia que veio como fonte inspiradora dessa necessidade de repartir ou dividir sentimentos, emoções ou até mesmo o gosto por algo, fez das pessoas uma maneira de demostrar a sua natureza de viver em comunidade, ou seja, quem tem o prazer de compartilhar vive melhor.

Grandes corporações, como a montadora alemã Mercedes-Benz diz que “Compartilhar é novo possuir”. Em fator econômico-social, para muitas organizações isso tem sido uma forma de identificar perfis de consumo cada vez mais atraentes. As redes sociais são utilizadas também pelas empresas na promoção de seus bens e serviços, com base no perfil dos usuários e de seus interesses por temas compartilhados. Há uma estrutura para capturar as informações via redes sociais e transformá-las em conteúdo para marketing e propaganda, para captar novos clientes ou garantir os existentes.

O compartilhamento é um processo que permite uma pessoa transformar o conhecimento para que possa ser entendido, absorvido e utilizado por outros autores. Ipe (2003) diz que compartilhar conhecimento é basicamente o ato de tornar o conhecimento disponível para outros. A natureza do compartilhar conhecimento, gostos, interesses, sofrem influências de diferentes fatores, a motivação pessoal é um deles. As pessoas comumente não compartilham conhecimentos sem uma forte motivação pessoal e provavelmente não partilhariam sem saber o que podem ganhar ou perder com isso.

O ato de compartilhar informações e ideias, encontra-se em sentido de reciprocidade, ou seja, os indivíduos só compartilham se recebem algo em troca. É um fator que leva o indivíduo a se sentir parte de uma comunidade e, ele deve compartilhar com os demais membros.

Enfim, não deixe de compartilhar algo que para você talvez não seja tão importante, mas para alguns indivíduos faça a diferença na maneira de pensar, refletir e até argumentar de forma democrática e construtiva. Devemos aprender a dosar o uso das novas tecnologias, para que seus benefícios possam ser aproveitados de maneira a contribuir para a real aproximação e compartilhamento entre as pessoas, com liberdade e não como escravidão e dominação.


 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018