Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

To be or já tá bom? A importância da abordagem comunicativa no ensino da língua inglesa

por Juan Jose Blanco Capurro - Docente do Senac Santana do Livramento

Existem dois tipos de pessoas: os que estudaram ou estudam inglês e os que têm pavor. Relatos de ex-alunos que alegam ter estudado o idioma durante anos, mas só sabem o verbo To be não faltam. Mas qual seria o problema desses alunos e como mudar essa realidade?

Crianças aprendem com uma facilidade absurda, são como esponjas que absorvem todo o conhecimento passado em sala de aula. A diferença entre elas e os mais velhos é uma só: falta de vergonha. A criança não tem o medo de falar errado, ela não se importa se a pronúncia não for boa ou se a gramática estiver errada. Ela só se preocupa em tentar falar e sentir que está fazendo parte da aula.

Adolescentes e adultos já mudam bastante, eles têm medo de passar vergonha ou ‘’pagar mico’’, preferem ficar quietos do que arriscar falar errado. O medo acaba atrapalhando o desenvolvimento. Então como mudar isso?

No Senac, todos os professores trabalham com a abordagem comunicativa. Não nos limitamos a ensinar como se escreve, nós criamos situações onde o aluno usa o conteúdo visto e aprende da melhor forma possível: praticando. E a vergonha? Ela não tem vez, pois criamos uma zona de segurança na sala de aula. Ali o estudante pode errar, pode ter dúvida e qualquer ‘’mico’’ não vai sair de dentro da sala. Esse relacionamento de confiança faz com que os alunos evoluam cada vez mais e se sintam seguros para evoluir dentro da língua.  E aí, vamos seguir apenas no to be? Tá na hora de entrar nesse mundo mágico da língua inglesa!

 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018