Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Comunicação Impressa como Ferramenta de Marketing

por Fabio Piñeiro

Acontece um processo de comunicação muito importante dentro das atividades vinculadas aos veículos de comunicação de massa e serve de importante ferramenta para algumas estratégias de Marketing. 

Os jornais impressos locais noticiam para a comunidade algumas informações que repercutem para toda a população, baseado nisso formarão opinião sobre aspectos positivos e negativos dos respectivos assuntos. Isso ocorre em razão do jornal impresso ser um veículo de comunicação de bastante tradição nas comunidades locais, pois encontram-se a disposição de toda a comunidade, que pode ter acesso às suas informações. 

Por terem a particularidade de serem vendidos para dois mercados os de leitores e o de anunciantes, os jornais impressos apresentam uma dualidade que garante a saúde do negócio. Se no passado a maior parte do faturamento das publicações vinha dos leitores, ao pagar o valor estampado na capa ou mesmo ao assinar a publicação, hoje a maior parte do faturamento advém dos anunciantes. Porém, um canal complementa o outro: se um determinado jornal não atinge a circulação, ou seja, o número de exemplares vendidos e a qualificação esperada dos leitores, a empresa anunciante não compra o espaço publicitário que ele oferece e, se o anunciante não compra espaço, não há como investir para atrair e manter novos leitores sem abalar a rentabilidade do título, do jornal .

Nessa relação é fundamental ressaltar que o que nunca pode ser comprometido é a credibilidade do jornal perante seu leitor, ou seja, os anunciantes pagam pelo espaço publicitário a eles destinado e não interferem na pauta jornalística. Essa é uma forma, inclusive, de perpetuar a publicação, garantindo ao leitor informações idôneas para que ele acredite na publicação, e seja fiel a ela por anos a fio. 

No passado, havia nas empresas jornalísticas um relacionamento conflituoso entre os profissionais da redação e os do departamento comercial, responsáveis pela venda de anúncios. Hoje, ambos mantêm um bom relacionamento, sendo que os primeiros já conseguem encarar a atividade jornalística como um negócio.  Apesar de todas essas transformações ocorridas no decorrer dos tempos, a imprensa ainda continua tendo muito de idealismo, proselitismo, vaidade pessoal e presunção em alguns de seus profissionais. Talvez isso explique o fracasso de muitas publicações, idealizadas e lançadas sem uma visão empresarial, que atenda a demanda do mercado latente e tenha como objetivo a geração de lucro. 


Portanto, cabe ao setor comercial e a redação da empresa investigar e conhecer a fundo seus leitores, suas preferências, suas necessidades, seus interesses, seu perfil e suas condições sócio-demográficas, a fim de que cada edição seja avidamente esperada pelos seus leitores e que cada ação de marketing possa ser bem-sucedida. 
Além de conhecer o leitor, é importante avaliar o título e sua concorrência, a revisão da marca e dos anúncios presentes na publicação. Essas informações, além de serem extremamente importantes para a tomada de decisões estratégicas, favorecem o relacionamento do veículo com o mercado anunciante. Uma forma de adicionar valor a venda do espaço oferecido para o anúncio: a agência, ou o cliente, pode elaborar seus planos de mídia, embasados tecnicamente e em informações adicionais aquela de que dispõem, geralmente extraídas de institutos de pesquisa. 

Quanto ao futuro do negócio editorial, os livros, jornais e revistas, como objetos físicos, não desaparecerão das bancas de jornais e revistas e livrarias, estarão sempre presente na cultura das comunidades e servirá sempre de ferramenta para algumas estratégias de marketing. O pensamento que existe que as novas tecnologias podem apagar o passado, nos remetem a pensar que essas tecnologias não apagam o passado mais sim constroem sobre ele. 

Serviços da faculdade
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018