Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Dia do Estudante: vamos comemorar com responsabilidade

por Cassiane Borges Liberalesso - Diretora do Senac Tramandaí

O Dia do Estudante é comemorado no Brasil em 11 de agosto. Essa data foi sugerida pelo advogado Celso Gand Ley, em 1927, em razão da comemoração dos cem anos da criação das primeiras faculdades do Brasil, do curso de Direito. Historicamente, somente pessoas de grandes posses tinham acesso à educação superior, cursada em geral na Europa, e as primeiras faculdades brasileiras vieram para contribuir com a democratização da educação no país. Nessa mesma data, em 1937, foi criada a UNE – União Nacional dos Estudantes, o que corroborou para a consolidação das comemorações. 

Mas hoje, quase cem anos depois, e em meio a uma pandemia, o direito à educação vem sendo vivenciado por todos os estudantes? 

Eu convivo com estudantes dos mais diversos níveis, da educação infantil à educação superior, passando pela educação profissional. Na educação infantil e no ensino fundamental, vejo escolas se esforçando para não perder o vínculo com seus alunos e famílias assoberbadas com trabalho [ou busca por], educação dos filhos e cuidados com a saúde física e mental. 

No ensino médio e superior, há quem diga que o ano está perdido, há estudantes que realmente não tem acesso a aulas remotas, assim como tem outros que abandonaram os estudos. Há escolas e faculdades tentando manter as aulas e há, acima de tudo, muita preocupação com o futuro. Na educação profissional, vemos escolas impedidas de ministrar aulas práticas e alunos preocupados com sua inserção no mercado de trabalho. 

Com a ausência de políticas públicas eficazes, uma rede de internet ineficaz e cara, além do despreparo de algumas partes envolvidas com a educação e a própria insegurança que a pandemia desperta, cada vez mais, está na mão de cada um ser um agente transformador da sua própria educação. É o momento de estudantes e suas famílias dedicarem o seu tempo àquilo que vai garantir o futuro do nosso país: a educação no seu mais amplo significado. 

Diversas instituições de ensino disponibilizam informações, cursos, lives, aulas experimentais e outras tantas maneiras de disseminar o conhecimento de forma remota. A Educação à Distância se consolida como um meio democrático de acesso a um grande número de pessoas. É o momento de vencer as resistências, quebrar os paradigmas relacionados à qualidade da educação à distância ou remota e buscar ampliar os conhecimentos. 

Se você é criança ou jovem, não se prenda às informações que você recebe [ou receberia] nas atividades da escola. Gosta de seguir famosos nas redes sociais? Aproveite as redes para buscar conhecimento também. Há diversos exemplos de blogueiros que apresentam conteúdo de qualidade nas áreas de ciências, tecnologia, biologia e tantas outras. 

Para aqueles que já estão no mercado de trabalho, ou querem ingressar, parece clichê, mas não é: o profissional que se destacará quando a pandemia acabar, será aquele que se qualificou em outra área, que buscou um curso gratuito, que investiu na sua própria formação e ampliou seu conhecimento. Há diversas oportunidades de trabalho remoto no mundo todo, para isso, aprender um outro idioma é fundamental e há formas muito práticas de fazer isso, seja por meio de cursos on-line, como por meio de nossas séries e filmes favoritos. 

A educação é um ato de responsabilidade do poder público, da sociedade e de cada um de nós. Nesse dia do estudante em um ano totalmente atípico, assuma a responsabilidade e comemore aprendendo um pouco sobre tudo, amplie seu repertório, identifique aquilo que faz seu coração vibrar e exerça seu direito de acesso à educação. 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018