Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

O trabalhador e a qualificação

por Daiéli dos Anjos - Professora do Senac Tramandaí

No dia 1º de maio é comemorado o Dia do Trabalhador no Brasil e em quase todos os países do mundo. É uma data que celebra a importância dos trabalhadores e é uma oportunidade para ponderar sobre questões relacionadas ao trabalho, mercado, legislação, regras e tendências. 

O mundo está mudando e a cada ano que passa, o mercado de trabalho se torna mais complexo e exige dos trabalhadores mais conhecimentos, habilidades e competências. Além do elevado índice de desemprego, que coloca à disposição das empresas vários profissionais qualificados e experientes, o aumento massivo do uso da tecnologia nos processos aumenta bastante o nível de exigência para os candidatos às vagas. 

A qualificação constante é uma competência consolidada para aqueles profissionais que perceberam que o futuro será movido por inovação constante e melhoria contínua. Se antes as pessoas acreditavam que chegavam a excelência, hoje elas sabem que sempre haverá uma maneira de evoluir os produtos, serviços e processos. 

Esse panorama do mercado de trabalho está exigindo que os trabalhadores possuam habilidades mais amplas e mantenham-se atualizados. Fortalecendo esse processo, as tecnologias de informação e comunicação democratizaram o acesso ao conhecimento. 

O futuro do trabalhador exige o aprendizado constante. Onde antes haviam habilidades específicas, agora se faz essencial ter a capacidade de aprendizado, adaptação e flexibilidade.  

Cada vez mais, o trabalho operacional é substituído pelo intelectual, com o emprego de máquinas e sistemas, gerindo suprimentos e a cadeia produtiva. O profissional primordial no mercado de trabalho é aquele pronto a aprender, que tem uma formação sólida em habilidades cognitivas como leitura e escrita avançadas, raciocínio lógico, tem noções de informática, usa editores de texto, planilhas eletrônicas e consegue operar com arquivos digitais. 

As competências fundamentais servem como base para os novos conhecimentos que serão adquiridos no trabalho, pertinentes ao cargo e a função. Por isso, o processo de aprendizagem deve ser alicerçado sob pilares sólidos, construídos com consistência e profundidade. 

A comunicação é e sempre será uma das principais habilidades requeridas para o colaborador ter sucesso profissional. Somada com a aptidão em negociação, permitirá ao trabalhador desenvolver relações interpessoais positivas no ambiente profissional, realizando um networking assertivo. 

Além disso, a comunicação ainda permite adquirir a capacidade de agir de forma empática com os demais. A empatia é uma característica muito positiva e compõe um dos eixos da inteligência emocional, competência fundamental no mercado de trabalho. 

Ainda dentro do viés da comunicação, o futuro exigirá do trabalhador domínio da linguagem escrita no seu idioma nativo e em outras línguas, principalmente em razão da globalização da informação e da busca incessante pelas tecnologias mais avançadas, frequentemente oriundas de outros países. 

Diante de tantas mudanças tecnológicas, as competências humanas estão em destaque porque não podem ser realizadas por softwares ou inteligência artificial. São aquelas características inerentes ao ser humano, que necessitam das particularidades das pessoas para existirem. 

Esse cenário abre caminho para cargos que atuarão no gerenciamento de pessoas, considerando o fator humano e as individualidades de cada um. O profissional deverá reconhecer talentos, elaborar estratégias motivacionais, promover capacitações, atualizações e resolver problemas envolvendo as equipes de trabalho. 

Habilidades sociais e emocionais já são muito relevantes no mercado de trabalho atual e terão cada vez mais destaque na busca pelo profissional ideal. Cabe destacar que a adaptabilidade é uma competência altamente necessária nesse contexto, principalmente pelo fato de inovações tecnológicas surgirem a todo momento, obrigando o trabalhador a viver sempre em aprendizado sucessivo. 

Já pode ser percebido que os espaços estão sendo ocupados cada vez mais por sujeitos variados e isso ainda irá aumentar bastante. Caberá ao trabalhador atuar em ambientes culturalmente diversos, lidando com as diferenças. O profissional que quiser se destacar poderá usar essas multiplicidades para aprimorar processos, produtos e serviços. 

Os mecanismos do futuro estarão em busca de maior produtividade e o trabalhador também terá essa meta no seu cotidiano. Será um grande desafio para aqueles que não estiverem preparados para atuar com rotinas dinâmicas e novidades aparecendo todos os dias. 

Percebe-se, mais uma vez, a importância de a aprendizagem constante ser assimilada como um novo hábito. Dessa forma, cada novo conhecimento será incorporado com mais facilidade e rapidez, podendo ser colocado em prática imediatamente e replicado com qualidade. 

A mudança nas gerações, impactada também pela tecnologia, possui agora pessoas mais agitadas, que consomem quantidades enormes de informação e fazem várias coisas ao mesmo tempo. A confirmação disso está no mercado de trabalho, que já opta por cargos mais amplos, que englobem tarefas mais diversificadas e busca profissionais com esse perfil também, dinâmicos. 

Para o trabalhador, existem algumas áreas que tem tendências de expansão no futuro e podem oferecer boas oportunidades. Uma delas é a área ambiental, que receberá evidência devido ao elevado número de consequências do impacto da destruição da natureza que estão acontecendo e irão se intensificar. O grande desafio desse profissional será conciliar a evolução tecnológica com as suas implicações no meio ambiente. 

O marketing digital foi fortemente impulsionado pela internet e pelo uso das mídias sociais e ainda absorverá muitos trabalhadores. O raciocínio estratégico e a boa comunicação são diferenciais de sucesso para os profissionais do segmento. 

A saúde foi a área que mais transformações sofreu nos últimos tempos e o futuro dela necessitará de muitos trabalhadores para atuação no cuidado com pacientes, mas também para pesquisas e produção de medicamentos. 

Além, é claro, da tecnologia que precisará de muitos trabalhadores no desenvolvimento de softwares, gestão de dados, produção de equipamentos e sistemas. Existe uma extensa gama de áreas dentro do segmento tecnológico, que vão desde as mais focadas em potencialidades de exatas, como programação, até aquelas que focam em características humanas, como experiência do usuário. 

Independente da área de atuação escolhida, o trabalhador é e será essencial para o sucesso de qualquer organização. Mesmo em cenários desafiadores, os profissionais se adaptaram e continuam sendo o cerne do triunfo das empresas, pertencendo a elas o empenho de valorizar e proteger o trabalhador. 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade para melhorar sua experiência em nossos sites e personalizar a entrega de conteúdo do seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições.