Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Malícia X Sabedoria: Os desafios do educador do século XXI ? Parte 2

por Luis Teodoro Quintana Peixoto - Docente da Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas

Dado momento de nossas vidas, mais cedo ou mais tarde, sempre nos perguntamos: “E eu aqui neste mundo. Mas para quê mesmo?”

Utopias à parte, esta reflexão um dia fará parte de nosso cotidiano. E talvez um pouco mais visceral quando enfrentamos o desafio diário de educar. Educar para o comércio de bens, serviços e turismo, mas também para a vida.

Quando nos deparamos com aquelas atitudes rebeldes, de enfrentamento adolescente já mencionada em outro artigo, com aquela necessidade da transgressão, normalmente nossa reação é calcada no sentimento de poder (no sentido autocrático da palavra), dissolvendo já de cara as expectativas de entendimento e empatia (lembre-se que, muitas vezes para este estudante, nós parecemos os inimigos). A partir daí, a parede já foi levantada. Consequentemente, surge o distanciamento, a indiferença, o confronto e a retórica maliciosa.
É preciso entender o papel de educador. E não educamos com poder. Educamos pelo exemplo e pela liderança. Experimente questionar estudantes adolescentes sobre a diferença entre “poder” e “liderança”. A resposta virá de imediato: “o poder é dado pelo papel; a liderança pelo exemplo”. Eu mesmo, certa vez, fui surpreendido em sala de aula por esta resposta. Assim, de “bate-pronto”.

Por isso, a importância de refletirmos sobre este desafio que nos é imposto, e sobre a diferença que poderemos exercer na vida destas pessoas, que não poucas vezes tem no educador o espelho para suas carreiras, sonhos e desafios a serem vencidos. E este processo, o de inspirar pessoas, passa necessariamente pelo autoconhecimento, pelo exercício da empatia e muitas vezes, pela resiliência. Fácil? De forma alguma. Rápido? Nem sempre. Mas possível. Com muita sabedoria.

Somente assim poderemos preparar para a vida. Muitas vezes, mais do que a própria família prepara. Sejamos espelhos, inspiradores, catalisadores de sonhos. E sempre tendo a consciência de que “SAPIENTIAM AUTEM NON VINCIT MALITIA”. 

Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018