Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Mercado de trabalho para o cuidador de idoso

por Simone Wunsch - Docente do Senac São Luiz

Várias pesquisas apontam que o mercado de trabalho para o cuidador de idosos encontra-se em expansão, principalmente por causa do grande número de pessoas com mais de 60 anos. O cuidador do idoso consiste em uma profissão de qualidades especiais, expressas pelo forte traço de amor, de solidariedade e de doação.

A ocupação de cuidador integra a Classificação Brasileira de Ocupações – CBO sob o código 5162, que define o cuidador como alguém que “cuida a partir dos objetivos estabelecidos por instituições especializadas ou responsáveis diretos, zelando pelo bem-estar, saúde, alimentação, higiene pessoal, educação, cultura, recreação e lazer da pessoa assistida”.

O cuidador, ao cuidar e zelar pela cultura, recreação e lazer, carece conhecer o espaço geográfico em que irá atuar, ou seja, a comunidade que permeia o viver do idoso. Diante disso, necessita reconhecer e compreender o termo comunidade e sua polissemia.

A definição de comunidade tem sido permeada pela sua dimensão subjetiva, ou seja, se estrutura a partir de um sentimento de união, de um senso de pertencer a uma determinada coletividade. Comumente relacionada a algo positivo, a comunidade lembra relações de pessoas em um grupo, com segurança, confiança, amizade, conforto, apoio.

Portanto, o cuidador de idosos, no exercício de suas funções, precisa inserir-se na comunidade e reconhece-la como elemento indispensável na elaboração de práticas e estratégias de cuidado.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Melhores em Gestão 2018