Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

A pesquisa de clima organizacional

por Ângela Candido da Silva

No momento atual, as empresas cada vez mais buscam a estabilidade e seu crescimento com bases mais fortalecidas. Para isso, precisam despender atenção não somente às questões relacionadas ao mercado, finanças ou outras que envolvam a sua atividade, mas também necessitam estar constantemente atentas àquilo que pode representar o seu maior patrimônio: as pessoas.

A pesquisa de clima organizacional é uma das mais importantes ferramentas para a Gestão de Pessoas. O objetivo é mensurar o nível de satisfação dos colaboradores com relação aos aspectos do ambiente e a maneira como as pessoas interagem umas com as outras. O resultado final dela deve apresentar informações que possam identificar as oportunidades de melhorias e elaboração de um plano de ação.

Uma pesquisa pode ter, como objetivo, o diagnóstico do clima organizacional e é uma estratégia para identificar e atuar nas melhorias do ambiente de trabalho. É importante utilizar este instrumento para saber o quanto uma empresa está pronta para introduzir determinadas mudanças, que sejam voltadas à tecnologia, estrutura organizacional ou nos processos que envolvam as relações de trabalho e as pessoas.

É preciso que as organizações se mantenham atentas ao comportamento das pessoas no trabalho e isso poderá acontecer se estiverem sensibilizadas quanto a importância dos recursos humanos e do clima interno, e que a excelência está proporcionalmente relacionada à qualidade de vida e satisfação da equipe.

De acordo com Luz (2003, pag.50), devemos considerar as etapas para montar e aplicar uma pesquisa de clima organizacional como a aprovação, o apoio e o comprometimento da direção. O comprometimento caracteriza-se pelo compromisso assumido com as mudanças a serem implementadas. Já o planejamento é a definição dos objetivos da pesquisa e os assuntos a serem pesquisados. Salientamos, também, a importância da divulgação dos resultados e do plano de ação, pois quem participa espera conhecer os resultados e as ações de melhorias que a organização irá adotar.

Referências bibliográficas

BOOG, G.G. Manual de Treinamento e Desenvolvimento. 3ª. Ed. São Paulo: Makron Books, 1999

LUZ, R. Gestão do Clima Organizacional. Rio de Janeiro: Qualitimark, 2003

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Melhores em Gestão 2018