Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Açúcar: uma invenção humana

por Anna Paula dos Reis Mallet

As doenças não transmissíveis são a principal causa de mortalidade no mundo, sendo responsáveis por 68% das mortes. Os fatores de risco modificáveis, tais como a má alimentação e a falta de exercício físico, estão ente as principais causas dessas doenças.

Existe uma preocupação crescente em relação à ingestão de açúcares (sobretudo na forma de bebidas açucaradas), que tem levado a um regime alimentar nocivo, ao aumento de peso e a um maior risco de contração de doenças não transmissíveis. Você sabia que o ser humano não tem nenhuma necessidade de açúcar?

O açúcar foi uma invenção humana, que está completando 300 anos, descoberto na Índia. Na época, o açúcar era tão caro que era chamado de “ouro branco”, e só quem podia consumi-lo eram as Famílias Reais, Marajás, ricos comerciantes, etc.

Em 1931, o médico alemão Dr. Otto Heinrich Warburg recebeu o Prêmio Nobel de Medicina por ter provado que o açúcar é o alimento do câncer, de forma que se a pessoa recebe o diagnóstico de câncer e tira o açúcar da sua vida, o tumor para de crescer.  A Organização Mundial de Saúde (OMS) sugere uma redução na ingestão de açúcares a menos de 5% da ingestão calórica total. E você? Está disposto a reduzir o consumo de açúcar no seu cotidiano?

Busque alternativas saborosas, acostume-se a sentir o gosto dos alimentos e, com o tempo, seu paladar perceberá o quão carregado de açucares são os alimentos, a ponto de perder esse grande “prazer” que o açúcar lhe traz. Acha difícil? Comece trocando o açúcar refinado pelo açúcar mascavo, pelo menos há a preservação de nutrientes, e diminua a quantidade gradativamente.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Nós apoiamos o Pacto Global
Melhores em Gestão 2018