Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

O futuro será o contrário do passado?

por Válter Brandenburger Vasconcellos

Quando um executivo da IBM disse a Bill Gates que o lucro estava no hardware e não no sistema, no software, ao aceitar que a Microsoft licenciasse o MS-DOS, Bill Gates somente riu na época. Guardou sua visão para si. Já havia prospectado uma visão e necessidade de consumo antes de ela existir, baseada no que já havia disponível e em sua ideia inicial. 
Hoje, com o lançamento do Windows 10 e com o anúncio de que sua atualização para quem já possui o Windows 7, 8 e 8.1 será gratuita, pensamos então: como assim? Qual será o ganho de uma empresa de software se o seu principal lançamento será gratuito?

 
Mais uma vez, antecipação de necessidades, típico de um bom jogador de pôquer. 
Inversão de valores, ou seja, o que dará lucro no futuro (próximo) não será mais o sistema e sim o hardware. O software já lhe rendeu o que ele precisava (com algumas cifras a mais como segurança) além do que, hoje, piratear um sistema é muito fácil. E piratear um hardware? E se envolver nanotecnologia?

 
Isto explica a versão do Windows 10 (identificada como “Core IOT”, ou seja, Núcleo para Internet das Coisas) específica para controlar dispositivos embarcados como robôs, geladeira e eletrodomésticos inteligentes, equipados com sensores. Já está sendo criado um ambiente em nosso meio para aceitar esta tecnologia, e divulgá-la, popularizá-la para gerar após consumo. Um exemplo e indicativa é a distribuição gratuita de placas de desenvolvimento da Microsoft, a Galileu. Outro exemplo e talvez o maior: a tecnologia Hololens, um óculos de realidade virtual que projeta holograficamente o sistema inteiro para o ambiente. Procurem vídeos sobre ele, divulgado a pouco tempo em uma apresentação da Microsoft, que irão realmente se encantar com a tecnologia. 


Serão criados produtos com realidade virtual, tão encantadores, tão saborosos, que será impossível não degustar e vê-los como necessidade e desejo de consumo imediato. Mas não pensem que isto é negativo, é uma manipulação de massas e interesses sim, mudará provavelmente todo rumo da história e nossos hábitos, porém trará certamente muitos benefícios. Mais uma ótima estratégia de um gigante da tecnologia. Não me espantaria se a Microsoft começasse a licenciar equipamentos cotidianos inteligentes e interativos, como fogões e máquinas de lavar. 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Melhores em Gestão 2018