Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Coaching? O que é isso?

por Márcio Geovane Martins Barragan - Docente do Senac Santa Maria

Nos últimos anos um novo termo tem sido muito ouvido por aí: Coaching. Celebridades, apresentadores de TV, empresários e profissionais liberais tem recorrido ao Coaching como forma de garantir o seu desenvolvimento e aprimorar a sua performance. Basta uma busca rápida na internet, para perceber o aumento de serviços e de cursos relacionados à área.
A profissão, ainda pouco conhecida por essas bandas, já movimenta muito dinheiro no mundo todo. Segundo a International Coaching Federation, que possui sede em Kentucky (EUA), o setor de Coachings movimentou cerca de dois bilhões de dólares no mundo todo, em 2013. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Coaching (SBC) afirma ter colocado no mercado, desde 1999, cerca de dez mil profissionais habilitados na área. Já no Instituto Brasileiro de Coaching -IBC , o número de profissionais certificados é de sete mil, desde 2007.

Mas afinal, o que é Coaching? E como as pessoas podem se beneficiar disso?

A palavra “Coaching” vem do inglês “Coach” e significa treinador. Trata-se de um processo de treinamento e desenvolvimento que teve origem nas universidades norte-americanas, a partir dos treinamentos esportivos e dos métodos usados para preparar os alunos para exames de determinadas matérias, transformando-se, posteriormente, em um processo de autoconhecimento e desenvolvimento tanto pessoal quanto profissional.

Este processo funciona, basicamente, da seguinte maneira: um cliente (que durante o processo é chamado de Coachee) procura um profissional (chamado de Coach) para que este o ajude a alcançar alguma meta ou objetivo. Esta meta pode ser pessoal ou profissional. O tipo de meta a ser alcançada determinará o profissional que será procurado, uma vez que existem vários tipo de Coachings para propósitos diferentes (Coaching executivo, Coaching de vida, Coaching de relacionamentos e Coaching de carreiras são os mais comuns).


A partir daí iniciam-se encontros entre o Coach e seu Coachee, chamados de sessões, que podem ser semanais, quinzenais ou até mesmo mensais, dependendo da necessidade do Coachee, com duração média de 1h e 30 minutos cada. Nessas seções, o Coach irá utilizar uma série de ferramentas oriundas de várias áreas do conhecimento humano, como a Administração de Empresas, a Psicologia e a Neurociência, por exemplo, para direcionar o seu Coachee na realização da sua meta. O valor de cada sessão varia de acordo com a região, podendo ir de R$ 300,00 até R$1.000,00.

É importante perceber que para o processo ser eficiente, é necessário que seja estabelecido desde o início, um prazo para o término do processo e, consequentemente, para a obtenção da meta proposta, o que torna o processo ainda mais eficaz.

Apesar de ter origens em métodos de treinamentos, o Coaching não é considerado um treinamento ou uma consultoria, uma vez em que o profissional não deve dizer o que o seu cliente deve fazer para alcançar as suas metas, e sim auxiliá-lo a buscar as suas próprias respostas, através do seu autoconhecimento.

Algumas pessoas costumam confundir este processo com a terapia, desenvolvida por psicólogos. Existem algumas similaridades, como o fato da sessão ser realizada em um ambiente privativo e a confidencialidade das informações. Porém o propósito é diferente, uma vez que na terapia o foco será o passado do indivíduo com o objetivo de entender situações presentes. Já no Coaching, se faz uma análise do presente com o objetivo de alcançar objetivos futuros.

Dentre os objetivos que um processo de Coaching pode trazer, principalmente para quem o procura buscando uma melhoria em sua carreira profissional, estão a percepção de seus pontos fortes e suas limitações; clareza em relação a metas e objetivos; planejamento da carreira; maior equilíbrio entre vida pessoal e profissional; capacidade de tomar iniciativa e promover mudanças e aumento da autoestima, auto confiança e motivação no trabalho.
Porém, há que se ter cuidado. Por ser um setor em franca expansão e com grandes possibilidades de crescimento, surgiram vários profissionais oferecendo serviços de Coaching, sem nenhum tipo de preparo e/ou formação. Vale lembrar também que apesar de ser um serviço cada vez mais comum, principalmente no setor empresarial, o Coach, ainda não é reconhecido como profissão, pelo menos aqui no Brasil, o que facilita a aplicação da metodologia por pessoas despreparadas para este trabalho. 

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Melhores em Gestão 2018